____ _ ________________

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

inté.

há coisas engraçadíssimas. hoje de manhã, assim que abri o blogger na hora do costume, tinha estes dois comentários:

Anónimo disse...
Wooowww, o teu Blog está cada vez melhor, Pureza! Apetece imprimi-lo todo. Estas fotos da Maria Câmara são mesmo brutais, tudo perfeito! Continua

Anónimo disse...
Excelente blogger mas não se arme em modelo....só lhe fica mal!!

os comentários não são engraçados. o primeiro é muito querido, o segundo, bom, diz "excelente blogger" e isso basta-me. não preciso de me armar em modelo... tenho 33 anos, sou mãe, contrato modelos e, graças a Deus, tenho um ego em condições. adoro fotografia e hei-de continuar "a armar-me em modelo" - se for essa a questão - até aos 99 anos.

adiante. a ironia disto tudo não tem nada que ver com os comentários em si, mas com a decisão que me tem vindo a martelar o cérebro e que ganhou forma esta noite, entre a meia noite e as quatro da manhã numa insónia desenfreada, de pôr um ponto final a este espaço que tanto prazer me deu. 

começo desde já por dizer (poupando-vos ao trabalho), que isto está longe de ser um post "fishing for compliments". a decisão está tomadíssima. tudo o que faço nesta vida, faço-o com paixão. não sou de entrega fácil, mas quando me entrego a algo, que pode ser uma pessoa ou, neste caso, um projecto, a coisa é sufocante. é obsessiva. chega a ser doentia. mas quando desisto dela, a porta fecha-se, tranca-se e a chave desaparece. odeio meias coisas. não me contento com o básico e o óbvio e, neste blogue, a minha preocupação máxima passou sempre por não fazer a coisa por menos. tentei sempre fugir aos press releases e procurei sempre posts originais, textos que acrescentassem algo e fotografias onde o cuidado e a estética estivessem patentes. dediquei-me arduamente a este projecto. foram 6 anos e 8 meses a pensar e repensar o que poderia fazer de diferente, o que poderia acrescentar aos meus meia dúzia de leitores. no entanto - porque há sempre um mas - a paixão precisa de ser alimentada. teoricamente (e de um ponto de vista romântico), fazer algo em prol da paixão é tudo de maravilhoso. mas, tal como numa relação a dois, para a chama se manter acesa é necessário que algo do outro lado nos dê o combustível suficiente para continuar. e eu não o tive. 

custa-me horrores deparar-me com a realidade deste país, um país terceiro-mundista que vive empoleirado na mediocridade. custa-me olhar à minha volta e ver blogues a brotar do chão como cogumelos, sedentos de receber uma carteira, uma malhinha ou um batom. custa-me olhar à minha volta e ver blogues com milhares de visualizações e seguidores que vibram com as imagens dos presses que todas nós recebemos (e todas elas postam), ou com fotografias tiradas no carro ou na porta de casa ou às unhas dos pés. sem qualidade, sem sentido estético, sem primor e repletas de likes e fãs. custa-me ainda mais, ouvir das bocas das agências de comunicação que adoram o meu blogue mas que, infelizmente, "o que interessa às marcas são números e não a qualidade do meio". custa-me dar o couro e o cabelo, investir horas e horas e horas de pós-laboral, das míseras horas que tenho para mim depois de ser mãe solteira e ter tudo para fazer, para depois não chegar a lado nenhum. não seria cínica ao ponto de dizer que faço isto por paixão e que não esperaria que um dia o meu trabalho fosse reconhecido. não quero a carteira, não quero o perfume. não desfazendo (algumas marcas que agradeço os gestos), não é isso que procuro. procurava reconhecimento. procurava, claro que sim senão não teria dispensado milhões de horas nos últimos quase 7 anos, poder um dia viver do blogue, como vejo muitas fazerem. ninguém começa um projecto sem o objectivo de o ver crescer. e o Fashion Rules não cresceu. ou melhor, até cresceu em qualidade da minha parte. mas os 570 e tal seguidores são os mesmos, e as visualizações idem. não me cansei dele, mas cansei de ver que, neste registo, ele não vai a lado nenhum. e porque não tenciono mudar-lhe o registo, então fico-me por aqui. que portugal continue a aplaudir a mediocridade e que mantenha em palco a falta de nível. sorte a delas e azar o meu.

com tudo isto não digo que me vou fechar num mosteiro e dedicar-me à meditação. a moda é a minha paixão, assim como a escrita e tudo o que é bonito. vou-me dedicar ao meu trabalho como editora de moda e, quiçá um dia volte, não sei se ao Fashion Rules ou a outro novo projecto noutros moldes. até lá, se me quiserem acompanhar vou manter as minhas contas do instagram, o Fashion Rules do facebook, assim como o pinterest. a sério, pino imenso coisas giras. são práticos, imediatos e não me vão tirar horas (preciosas) do dia.

agradeço horrores a quem me acompanhou nestes últimos anos. mesmo aos anónimos que volta e meia despejaram aqui as suas raivinhas. como diz o velho ditado: falem mal de mim, mas falem. 

fiquem bem que eu vou descansar.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

New Mexico w/ Maria Câmara









look 1: black trikini: Bohemian Swimwear / shorts: Zara / necklace: Ládron del Arte na Up Boutique / cut out boots: Balenciaga-wanna-be at Asos. look 2: ganesha swimsuit: S4L / gilet: Mango / feather earing: Não só roupa na Up Boutique / cut out boots: Balenciaga-wanna-be at Asos.

esta shooting não é de ontem, já remonta, aliás, aos meses de verão que já lá vão (apesar de que poderia muito bem ser, dado o clima de país tropical que nos tem visitado - tão terceiro mundo). adiante. foi das fotografias que mais gostei de fazer. a Maria Câmara, de quem vos falei aqui há uns tempos, é de um talento abismal. como contei na altura, a experiência desta fotógrafa, que viveu entre Londres e NY nos últimos anos, conta com nada mais nada menos que Mario Testino no currículo. apesar do mentor de renome, a verdade é que sem talento, criatividade, mas acima de tudo, muita vontade de trabalhar - tão necessária neste nosso mundo da moda - o trabalho dela não seria tão maravilhoso como o vemos aqui. a arte é igualmente dela. 
espreitem algum do trabalho da Maria aqui.

é claro que os créditos se estendem às peças TOP que estou a usar e à make-up da incansável Sílvia Ferreira. foi um dia extremamente bem passado. 

terça-feira, 30 de setembro de 2014

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

on my mind: B Balenciaga new fragrance

kid Wang, current Balenciaga creative director, makes his début in the beauty scene, with the new fragrance B Balenciaga. i don't know the smell yet and i already love it.


“each element was a process that took a lot of evaluation as to what’s been done before and what hasn’t been done before,” Wang told WWD. “it took a lot of soul-searching, but I really wanted to do something quite pure, as I see it as a step forward for the house. It was exciting working on the scent and going to the essence of the brand, to its DNA, and to also combine that with my vision." the scent itself reflects Wang's personal olfactory leanings, with "top notes of lily of the valley bell, violet green leaves accord and green edamame accord; a heart of iris root and cedarwood, and a base of ambrette seeds and cashmeran wood," reports WWD. “i’ve always been attracted to scents with strong green notes, and we also added a darker woody flair to it,” the designer said of his smell-o-vision.
source: elle.com 

é amor: Purificación Garcia "a la de 3" clutch



white tee: Tommy Hilfiger // leather pants: Zara // clutch: Purificación Garcia // hat: Parfois

A la de tres - mais conhecida no mundo instgramico por #alade3 - é a mais recente criação da espanhola Purificación Garcia, uma espécie de carteira/clutch/porta-moedas/porta-maquilhagem/etc que se multiplica por 3 peças, adaptando-se ao nosso dia-a-dia. recebi-a há coisa de duas semanas, perfeitamente encafuada numa caixa PG, fazendo-se acompanhar (e muito bem) de um cartão escrito à mão assinado pela própria Purificación Garcia. um luxo, diria. ou antes um gesto de marketing perfeitíssimo e de uma atenciosidade brilhante. a clutch faz, de facto, jus a toda esta popa e circunstância. de linhas simples e tons neutros - o que se quer por estas bandas - esta carteira vezes várias, é o culto ao simples na sua máxima descomplicação. nas fotografias estou a usar a clutch por inteiro, mas também já retirei a bolsa preta do interior, onde carreguei apenas telemóvel, cartão multibanco e chave de casa. mesmo mesmo a la "fashion week". convido-vos a espreitarem o site para saberem mais acerca da "A la de 3".

photo credits: Maria Zambujal Oliveira // especial agradecimento à Isabel Zambujal que é dona da casa mais gira de Lisboa e arredores.

domingo, 28 de setembro de 2014

Anya Hindmarch 10 golden rules (every woman should know)

 Porter Magazine Fall 2014 covering Anja Rubick



não é para mim difícil gostar de uma fashion magazine. desde que me conheço, que devoro revistas. desde que comecei a ter maminhas, entre outras coisas que nos fazem mulheres, que tenho memória de ficar de olhar fixo nos quiosques, na época pobríssimos, em revistas dedicadas à moda. 

a verdade é que com a idade, a maturidade - e o orçamento pobre, - também o gosto e os níveis de exigência se aprimoram. uma revista com editoriais de sonho ou imagens maravilhosas já não me bastam. numa revista feminina procuro também artigos de fundo que falem com mulheres que não se limitem a adorar moda. gosto de uma revista que se dirija a uma classe feminina com preocupações acima das tendências. mulheres que se gostem de arranjar e que respeitem a beleza, mas que também tenham a inteligência emocional para vingar num mundo que facilmente roça o fútil. mulheres que, apesar dos quilos de pressão da sociedade, mantenham as suas convicções,  acreditem em si, sempre. mulheres que, com todas as inseguranças do mundo, jamais desistam. mulheres como M maiúsculo. 


e a Porter Magazine fá-lo mais que na perfeição.

não vou, obviamente, transcrever todos os artigos que mais me prenderam na última edição da Porter, mas deixo-vos as regras de ouro da designer de jóias e acessórios, Anya Hindmarch, que reúne em 10 mandamentos, com as mesmas doses de seriedade e ironia, os (pequenos-grandes) segredos para o sucesso:

1. Be kind. Kindness goes a long way.

2. Things come of things. Activity begets opportunity.

3. Keep it fresh. Fire yourself mentally at the end of the day and return tomorrow as your successor.

4. When in doubt, wash your hair, you'll feel better.
(huge lol and huge truth!)

(my hair is loving Kérastase Discipline, really amazing)

5. Facing creative block, just relax and remember this isn't a permanent state of mind.

6. Feed your brain. Read. Observe. Experience.

7. Drink wine. 
(i do, thanks)

8. Fear is often the same as excitement. It means you're breaking new ground outside your comfort zone. Don't fret fear.

9. "Be yourself; everyone else is already taken." Hindmarch has adopted this Oscar Wilde quote as her brand mantra.

10. "If you are happy, your kids will be happy." Good advice from Hindmarch's mother-in-law.

(some images from Porter Fall 24 issue // my lastest beauty addictions: Chanel Vitalumière Aqua; Nails 4'us polish in "timeless" color)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

ALEXANDER WANG X H&M: começa a saga


'pra que saibam: acabei de ver a colecção TODA Alexander Wang X H&M.
'pra que saibam 2: é simplesmente MARAVILHOSA.'pra que saibam 3: não vos posso mostrar já.
'pra que saibam 4: pra que saibam o que aí vem, fiquem atentíssimas/os.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

WORK // PRESENTING: MATILDE BREYNER




Matilde Breyner para SV Outubro // fotografia: Carlos Ramos // styling: Pureza Fleming e Mafalda Alves // mua: Cristina Gomes assistida por Miguel Stapleton // hair: Lara para Facto Cabeleireiro